Usando Agenda de forma eficiente


As tarefas a serem realizadas pelo fotógrafo em sua rotina profissional são diversas, indo muito além do ato de fotografar. Por conta dessa gama de tarefas, é muito importante que se tenha uma agenda para a organização do dia a dia, sem deixar que o que precisa ser feito seja esquecido ou não tenha a devida prioridade.

 

Há alguns tipos de agenda que se pode utilizar, todas com seus prós e contras. A mais simples, e, ainda assim, muito eficiente, é a de papel. Não é necessário ter acesso à internet, bastando uma caneta e a própria agenda. Por outro lado, ela conta apenas com os 365 dias do ano, impossibilitando que se marque algum compromisso para além disso – fora o risco que se corre de perder todas as informações que constam nela, se não houver cópia ou algum tipo de backup.

 

Utilizando a tecnologia que podemos contar atualmente, outra opção é a agenda eletrônica. Ela tem tempo ilimitado, permitindo que uma sessão fotográfica seja programada para além do limite do ano e, também, conta com o backup, diminuindo as chances da perda de informações. No entanto, essa opção só é acessível mediante conexão com a internet e através de meios eletrônicos. Além disso, há o período de adaptação de uso da ferramenta, que pode ser complicado para algumas pessoas.

 

Qual é a melhor opção, então?

 

Não há melhor ou pior, o importante é testar e perceber qual é a alternativa que melhor se encaixa no seu modo de organização. Além disso, é essencial que se tenha apenas uma agenda e que se anote absolutamente tudo nela, para ter maior controle sobre os seus compromissos, sem causar confusões entre datas ou marcar duas coisas no mesmo horário.

 

Saber manejar o seu tempo e ter todas as informações necessárias à mão e em um só lugar é um dos fatores que tornará a sua rotina mais efetiva, evitando transtornos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta