• Nenhum produto no carrinho.

Divulgação no Mercado Corporativo

Rossana é fotógrafa profissional desde 2008 e sempre trabalhou como funcionária em assessorias de comunicação. Em julho de 2015 deixou a assessoria e abriu seu próprio negócio prestando serviços para outras empresas na mesma área.

 

Sua preocupação consiste no fato de que está sem trabalhos em vista para o futuro e gostaria de saber qual a melhor forma de divulgação, tendo pensado em usar ferramentas como mala direta, AdWords, Facebook, ou mesmo ligar para assessorias de comunicação e se apresentar.

 

Ela conta que chegou a procurar agências de comunicação para suprir as demandas de fotografia dos clientes, mas a maioria das agências seleciona o trabalho por preço e avaliaram os dela como alto. Esse fato a fez desistir de usar a agências como caminho, uma vez que não pretende entrar em disputas de preço.

 

Rossana atua em um mercado específico, o de fotografia coorporativa e sua principal dúvida corre em torno da forma de divulgação.

 

Sempre que falamos em divulgação é comum vir a mente as soluções mais imediatas, como redes sociais, anúncios e campanhas nos mecanismos de busca, folhetos, promoções, etc. Porém todas essas são formas de divulgação passivas, nas quais tomamos a ação de divulgar e, então, ficamos na expectativa de o cliente ser impactado e nos contatar para um trabalho. Em resumo, estamos à mercê da decisão do cliente.

 

A ferramenta mais poderosa de divulgação, a que traz os melhores resultados, não envolve a prática passiva de esperar pelo cliente. Exige, sim, nossa ação. Ela é a prospecção ativa de clientes. Em se tratando do mercado corporativo essa prática é ainda mais fácil de implementar do que com pessoas físicas, pois gestores e empresas estão acostumados a serem abordados sobre oferta de serviços, enquanto pessoas físicas poderão sentir-se invadidas em sua privacidade.

 

A melhor recomendação é mapear os potenciais clientes valendo-se de sites, redes sociais e pesquisa local. Preparar uma apresentação e bom material de divulgação. Fazer contato com as empresas e marcar reuniões para se apresentar.

 

Com relação a utilizar agências de comunicação, pode ser uma boa alternativa, sim, até porque geram um maior volume de demanda que empresas contratando isoladamente. A questão do preço, pode ser compensada por esse volume. E, como já coloquei em outros artigos, não acredito em disputa por preço e sim posicionamento de mercado. Não conseguiremos cobrar mais que um determinado mercado está disposto a pagar. Se estamos sendo vistos como caros, ou estamos buscando no mercado errado, ou realmente o valor está maior do que a perspectiva do cliente. Vale a pena avaliar bem se existem outros mercados com maior valor ou se há como ter lucratividade e volume praticando os valores propostos.

3 de outubro de 2021
Todos os direitos reservados para Alex Mantesso