• Nenhum produto no carrinho.

É melhor usar uma marca ou o próprio nome na fotografia?

A definição entre o uso de uma marca comercial ou o próprio nome na fotografia é muitas vezes tomada pelas circunstâncias do momento ou mesmo pela comodidade. As situações mais comuns que vejo são aqueles que optaram por uma marca por terem um ou mais sócios e os que optaram pelo nome por atuarem sozinho.

Será esse o ponto mais crucial nessa escolha? Garanto que não!

A opção pelo uso do próprio nome ou criação de uma marca deve ser uma decisão estratégica, pautada pelo plano de médio e longo prazo da carreira do fotógrafo. Para entender isso melhor, vamos analisar os benefícios e desvantagens de cada situação:

Uso no nome próprio

Benefícios Desvantagens
Maior facilidade de divulgação, pois seus amigos e conhecidos o indicarão pelo nome;

Pressupõem um trabalho mais autoral e único;

Em certos mercados, como família e newborn, os clientes preferem tratar com “pessoas” a “empresas”.

Todas as demandas são direcionadas ao fotógrafo, pois cliente quer falar, tratar, negociar, tudo com ele;

Maior dificuldade na expansão, pois uma equipe enfraquece essa relação pessoal;

Negócio encerra-se na pessoa, impossibilitando criação de outros pontos de venda, inclusive limitando a longevidade.

Uso de marca comercial

Benefícios Desvantagens
Permite expansão e diversificação do negócio, que pode funcionar inclusive independente do fotógrafo original;

Criação de equipes para diferentes áreas é viável e colabora para ampliação de valores;

Maior longevidade de negócio e liberdade para o criador do negócio.

Necessidade constante de investimento em reforço de marca, para que seja lembrada e indicada pelos clientes;

Maior dificuldade de atuação nos mercados que privilegiam “fotógrafos pessoais”;

Menor ou nenhuma força no apelo autoral das imagens.

Vendo dessa forma percebemos quão é importante avaliarmos essa questão e definirmos o que desejamos para nosso futuro. Se você pretende ser forte em vista da diferenciação autoral e do contato próximo e personalizado com seus clientes, o caminho é usar o próprio nome. Já os que desejam  criar equipes, com um negócio que pode ser expandido, ou mesmo que pretendem viver da renda do negócio, devem optar pela marca comercial.

3 de outubro de 2021
Todos os direitos reservados para Alex Mantesso